2.7.12

Caminhos feitos

Semana que vem mais uma vez faço aquele caminho entre o quarto de um hospital e um centro cirúrgico. Nessa altura do campeonato acho que apesar de ser minha quinta cirurgia eu não estava preparada. No fim, nunca estamos. Dessa vez acima de tudo eu pensei na minha filha.

Quando estava grávida era o que mais temia, ter que ficar um pouco ausente para me cuidar. Engraçado que quando se é mãe, as forças vem não sei de onde. Tenho tentado ser o mais forte que puder. Até aqui tenho conseguido.
Lala já ensaia seus primeiros passos. E grita cada vez mais. Acho que daqui pra ali ela aprende a falar. Vai ser falante. Já é agitada. Darei eu conta dessa menina?
Outros desafios seguem. E não sei porque as responsabilidades foram caindo pesadas. Uma a uma. De paraquedas. Na minha cabeça. Tô aprendendo a ser gente grande.

Melhor sorrir. Quem sabe sorrindo eu não consiga queimar esses quilinhos a mais. Ser mãe engorda. Pelo menos descobri que isso é uma verdade. Mas logo quem sabe volte a ter um corpo meio parecido com aquela Dannie de antigamente.

Agora escrevo. A vida segue. E o barco navega para novas ondas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poucas palavras ...