12.11.09

Amigas ...


Velhas amigas se encontram num restaurante badalado para jogar conversa fora, afinal depois de tantos meses sem se falar, de muito trabalho, viagens e outras obrigações, havia muito papo para colocar em dia...

A mulher de cabelos loiros avista a amiga de cabelos negros, com uma taça de vinho na mão sentada numa mesa no canto do ambiente. Percebe que ela não mudou nada, continuava belíssima e chamando a atenção de quem estivesse no recinto. Sentiu uma pontada de inveja de vê-la tão bem, que logo se dissipou ao notar a receptividade da colega.


- Amiga você está ótima. – Disse à mulher que tinha acabado de chegar, ao se sentar.

- Que nada! Você que está bonitona, Loira. Mexeu no cabelo? Parece que fez luzes.

- Sim. Gostou?

- Adorei! Deu uma realçada na sua pele.

- Ah, obrigada.

- Também estou te achando mais magra. Regime?

- Tive que fechar a boca. Você já pensou, além de solteira e ainda gorda? Não dá né fofura?


As duas caíram na risada.

- Você também está pra cima, Morena. Como sempre magra e bonita. O que me conta de novidade?


- Não tenho muitas, só tenho trabalhado bastante.


- Eu também.


- Fazer o quê? É a vida.


- Verdade.


A mulher que chegou por último dá uma olhada ao redor e se volta para a amiga.


- Você já reparou que esse restaurante é um harém?

- Ãh?

- Loira é o espaço com mais homem bonito por metro quadrado que eu já vi.

- Você tá carente?


Ela sorri sem graça.


- Não muito morena, mas a coisa está começando a apertar.

- Quanto tempo?

- Algumas semanas.


- Xii.

- Ei! Dá uma olhada no bonitão encostado no balcão. O moreno claro, de cabelos castanhos, do bocão. Um Deus!

A morena sorri.

- Que foi?

Ela continua sorrindo.


- Fala criatura!

- Já peguei loira. Meu ex-namorado.


- Sério?

- Sim.


- E aí ... ele é bom?

- Demais.

- Tá podendo hein?

- Imagina!


A loira continua observando os seres do sexo oposto presentes no ambiente.


- Vira devagarinho pra sua esquerda. O cara sentado no canto, o branquinho, cabelos pretos, corpo atlético. Esse eu pegava! A mulher sorri discretamente.

- Ah não. Ex também?


- Sim.

- Carambas!

A morena acena para o homem que retribui o gesto.


- E aí ...
- Continua a loira.

- Ele é super carinhoso, muito gentil, um espetáculo na cama, mas ...


- Mas?

- De uns tempos pra cá soube que anda jogando nos dois times.


- Não entendi?

-Bi.


- Hum ... que desperdício.

- Verdade. Depois que soube meu tesão foi pelo ralo.


- Também pudera.

Elas voltam a sorrir. As gargalhadas chamam a atenção das pessoas próximas a mesa.

- Amiga! – Exclama a loira toda empolgada. - Olha agora, ali na direção do banheiro, um espetáculo da mãe natureza saindo de lá. M-E-U D-E-U-S o que é aquilo? Papai do céu eu quero um daquele. Dá pra mim por favor vai...

- Amiga acho que ele não vai poder te dar. – Afirma a morena.


- Porque? Casado?

- Não. Comprometido.

- Sério?

- Humrum. – Diz a mulher assentindo.

- Que pena. Ah um homem bonito desse jeito, bem tratado, cuidado, deve ter casado com uma criatura bem rica e feia.

- Você me acha feia?

- Não. (pausa). Espera aí, não vai me dizer que ...

- Não. Não.

- Ah ta.

- Meu amante.


- O quê?


- Simmmm. Mana sem comentários. Só te digo que ele é demais.


- Morena, passa um pouco desse mel, ou me ensina, me diz, me explica como você consegue tanto homem bonito.


- Segredo! – Afirma a mulher sorrindo.


- Ah amiga, fala sério.


Um sujeito de porte médio, branco, um tanto fora de forma, terno largado, cabelos pretos bagunçados, entra no campo de visão das duas.


- Morena. Duvido se você pegaria aquele ali. – Fala a loira apontando para o homem.

A mulher sorri desconcertada, um tanto sem jeito.


- Já peguei. – Responde baixinho.


- Não acredito!!! Aquele cara feio, sem charme e elegância, uma coisinha de gente comparada com os deuses que você já ficou!!! Cê ta brincando comigo???

A morena toma um pouco de vinho. Respira fundo...


- É meu marido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poucas palavras ...