15.9.09

Sobre ... coisa nenhuma

Dedique-se a fazer um pouco de nada.


A vida anda tão corrida que as pessoas perderam o prazer de ficar um instante displicentes de compromissos.


São muitos os prisioneiros do relógio, escravos do tempo, que seguem o tic-tac veemente. Sem perceber estão se desfazendo de um pouco de vida, de um pouco de si.


As pessoas estão perdendo as pequenas miudezas da vida, detalhes diminutos que fazem toda diferença.
Esqueceram-se da importância de sorrir, de ser gentil, de abraçar, de beijar, de dizer ‘Eu Te Amo’. Tudo no fim se perde no vazio do espaço que cada um trás.


Você só percebe o tamanho das perdas quando elas interferem de maneira avassaladora na vida. Quando vê que além de perder o bom que há você, perdeu também a capacidade de ver o que há de bom nas pessoas.


Não se esqueça, dedique-se a um pouco de nada para fugir do previsível...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poucas palavras ...