23.6.09

Elas e o espelho

Existe algo mais fascinante para uma mulher do que um espelho?

Tudo bem que para algumas batom, rímel e perfume formam um Kit de sobrevivência, do tipo o que não pode faltar na bolsa de uma mulher, mas nada é tão necessário e essencial como o espelho.

Deixe uma mulher sem um espelho para ver o que acontece.

É capaz de ela enlouquecer.

Por mais que ela não seja vaidosa ela precisa observar sua imagem refletida.

Vim entender o domínio que o objeto exerce nesse final de semana.

Fui num forró e no meio do arrasta-pé procurei um lugar mais calmo para atender uma ligação e pensei no banheiro. Eis que ao entrar me deparo com nada menos do que umas 10 mulheres se contemplando. Havia fila. As mais distantes tentavam encontrar um espaço na superfície.

Pouco importava se ali estava quente. Se a música lá fora estava boa. Elas tinham que ser olhar no espelho.

Lembrei agora de uma moça que conheci. Toda vez que ela ia sair de casa, ela passava pelo menos umas 5 vezes. Ia e voltava. Era irritante. Não adiantava pedir para que ela parasse com aquilo, ela não se importava. Quando voltava da rua, a primeira luz que era acessa na casa escura era a do quarto onde estava o espelho. Ela precisava ver se continuava impecável. Meu Deus! Coitado de quem casar com ela.

Fico imaginando essa criatura num quarto espelhado. Deve ser o paraíso para ela se ver refletida nos quatro cantos daquele espaço. Será que ela se esquece do que foi fazer lá?

“- Amor espere um pouquinho que estou me vendo naquele espelho ali da direita.”

No entanto unânime nessas situações ainda fico com o banheiro, com o grupo espelho/fofoca, mas isso aí é outra história...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poucas palavras ...