28.1.09

Show no quintal (ou no jirau se preferir)


Final de tarde ...

Os dois pequenos caminham em direção ao jirau*, para eles o palco.

O menino vê a escova de lavar roupa primeiro e sai na frente da irmã para pegá-la.

Sem o 'microfone' ela volta para dentro de casa e procura um utensílio que possa servir.

Desajeitado o garotinho sobe na armação de madeira. Logo em seguida ela.

Começa a cantoria.

No repertório as canções preferidas da mãe.

Músicas sertanejas que ouviram nas fitas cassetes ou cantaroladas pela matriarca.

A preferida?

'Temporal de Amor' de Leandro e Leonardo.

Talvez a cantiga incomodasse os vizinhos, as vozes desafinadas, desajustadas, mas era aí que os dois gritavam mais alto.

O rapazinho para.

Não quer mais.

'- Tá bom já, bora fazer outra coisa.'

Teimosa, a menina insiste.

'- Canta vai! Não desce! Fica aí !.'

Emburrado ele continua.

Na verdade mas para implicar com a irmã mandona. Para tirar sarro com a cara dela.

Chuva no telhado ...

O garotinho faz o barulho da chuva.

Ela lança um olhar ameaçador.

Vento no portão ...

Ele faz o som do vento batendo na porta de madeira.

O menino pula para o chão, sorrir da cara da mocinha, que está furiosa.

A garota desce também.

Se aproxima do irmão e agarra o cabelo dele.

O garotinho se curva. Ela têm mais força.

'-Dannie para por favor. Não faço mais maninha. Solta o meu cabelo. Eu prometo maninha que vou me comportar.' Pede.

Ela solta.

'- Eu vou contar pra mamãe.' Diz ele enquanto corre para dentro de casa.

Logo ela ouve a voz da mãe.

'-Dannie você está batendo no Michel?'

'-Eu não mãe. É mentira dele.'

A mulher aparece na porta da cozinha. Olha para a menina desconfiada.

'-Esse mentiroso. Credo Michel. Que coisa feia. Fica mentindo pra mamãe.'

O menino faz uma cara feia, daquelas 'eu tô com raiva não mexe comigo', mas acaba abrindo um sorrisão.

'-Vocês dois não têm jeito. Vão brincar, vão. É sem briga.'

Ela retorna para sua atividade. Vai. Volta. Uma última recomendação.

'- Ah cantem um pouquinho mais baixo, tá bom? Vocês estão incomodando os vizinhos.'

Recomeça a cantoria ...

Chuva no telhado ... vento no portão ...



* Jirau - 1. Estrado de varas sobre forquilhas cravadas no chão 2.Armação de madeira sobre a qual se edificam as casas a fim de evitar a água e a umidade. 3.Qualquer armação de madeira em forma de estrado ou palanque. 4.Cama de varas.

Um comentário:

  1. ti...28.1.09

    Opa! Atualização, já não era sem tempo estava ancioso, nunca gostei de cantar no jirau de casa preferia subir nele pra conseguir chegar na laranjeira que tinha lá em casa, e ficar lá apanhando e comendo as laranjas.
    Jirau = definição própria = armação de madeira que é geralmente usada como pia de cozinha =D, lá em casa tinha um jirau e ficava lavando louça quando era muleque hauhuhhaua

    ResponderExcluir

Poucas palavras ...