13.4.09

Passou

Olá.
Não, não fui abduzida durante a Páscoa.
Não vou mentir, aproveitei o feriado pra dormir.
Também sou filha de Deus e sinto sono e cansaço.
Ainda me aproximei do computador lá de casa, mas a internet não estava muito amigável.
Podia ter usado papel e caneta, no entanto, minha letra atualmente está mais para um hieróglifo. Papai já disse que consegui superar o garrancho dele.
Depois só voltei para a empresa hoje.
Resultado não desista daqui pra tarde aparece coisa nova.
E sua Páscoa como foi?
Eu fui na igreja, Graças a Deus o teto não desabou.
Nada contra religião, mas defendo a linha de que oração se faz em qualquer lugar desde que você esteja sintonizado.
Lembrei da mamãe agora.
‘Presta atenção no sermão do padre.’
Bem que eu tentei prestar atenção. Até entendi algumas coisas.
Porém tenho um grande problema. Confesso que às vezes dá vontade de levantar o braço no meio da pregação e contestar o pároco ‘ei espera aí, eu não concordo’, mas claro que não vou fazer isso.
Só não gosto quando vem aquele papo de condenação. Não sei. Defendo uma linha que Deus não prejudica ninguém, ele pode dar um puxão de orelha, agora daí castigar e ver o ser humano se ferrar, ah isso não.
Vixe não vou entrar nesse assunto. Religião é que nem futebol e política não se discute.
No mais boa segunda pra você e boa Páscoa atrasada.



P.S: Nada contra se você vive na igreja, é uma posição sua. Eu também já fui assim só que um dia passa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poucas palavras ...