17.2.11

Sobre cães e sentimentos

De repente isso...

Ligo para saber sobre algo e recebo outra notícia. Ela não estava em casa. Não estava bem. Ao contrário da outra vez não parou. O sangue jorrou e mesmo sendo aquilo um tanto preocupante ela fingiu que estava bem. Sua reação passiva não foi maior do que a de preocupação do papai e do meu irmão. Veterinário.

Já falei sobre a Lunna tantas outras vezes aqui, postei foto e tudo, mas quando comecei esse texto, relutei e até pensei em não escrevê-lo.Há uma semana e meia descobri que a Lunna talvez esteja com uma doença grave. Se o segundo diagnóstico que solicitei se confirmar, vou perder minha amiga/filha.

Já chorei deveras. Para muitas pessoas que não gostam de cães isso pode parecer uma grande tolice. Quem gosta sabe bem como estou me sentido. É uma situação bastante dolorosa e difícil. Tenho esperanças...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poucas palavras ...