7.1.11

Pedras para galgar

Chego ao final desta primeira semana de 2011 com uma sensação de algo incompleto. Não sei determinar o porque dessa impressão. Ela está aqui como um caruncho perfurando meus pensamentos. Ao redor tudo ainda está um tanto devagar, engrenagens precisando de óleo lubrificante. Porque início de ano é assim?


Mas incerto é tudo que vem pela frente. Cada folha nova do caderno que abro pelas manhãs é tão alva quanto as partes branquinhas de uma nuvem lá em a cima.


A verdade é que tenho muitas pedras para galgar...


***


Amanhã tem Chá de Casa Nova. Será que agora eu caso?


***


Preciso de um antivírus que pare de travar meu note. Norton e Kaspersky estão descartados. Ninguém merece perder o texto no meio da digitação. Alguém me indica um?


***


Da série alguém me indica ... um webdesigner por favor. Sem mania de grandeza. Devagar com o andor que o santo é de barro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poucas palavras ...