29.12.09

A praia



Amaram-se na areia branca da praia sobre a luz do luar.



***


Algumas horas antes ...


- Vamos?


- Tem certeza?


- Absoluta!


-Você é louca!


- Eu sempre quis. Deixa de ser careta!


- Eu?Eu não! Você e suas idéias malucas.


- Vai... diz que não gostou?


- Sei lá. (Silêncio). É estranho, mas ... ao mesmo tempo atraente!


- Então?


- Quem diria ... Bel...


- O que foi Kadu?


- Nada, só que você parece tão ... certinha ... tão quietinha...


- Certo. Eu sou o diabo e você é o anjo é isso?


- Não Amor. Eu estou só brincando sua tonta.


- Então vamos?


- Vamos.


- Não é melhor levar uma toalha, um travesseiro, sei lá ... algo do tipo?


- Já está tudo no carro.


- Você é esperta hein! Desde quando estava planejando tudo isso?


- Algum tempinho.


- E seu eu dissesse ‘não’?


- Eu daria um jeito de você dizer ‘sim’, se é que me entende.


- Assim é golpe baixo.


- Vou fazer um striptease pra você a luz do luar. Hoje é dia de lua cheia.


- Auuuuu.


- Tá bom meu lobisomem. Agora bora que ainda vamos pegar a estrada.


- Sim minha rainha. Seu servo obedece.


- Kadu você é uma piada amor. Isso é que admiro muito em você, seu senso de humor. Te Amo.


- Também Te Amo querida.


***


- Na escuta.


- Casal pelado na praia. Homem mais ou menos 30 anos, 1m75, moreno claro. Mulher mais ou menos 25 anos, 1m65, branca. Copiou Câmbio?


***

Cinco minutos depois ...



- Documento de identidade, por favor. – Pede o policial encostando o cacete na costa do homem pelado abraçado a mulher pelada deitada na areia da praia.


***


- Aqui não é praia de nudismo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poucas palavras ...