16.6.09

Asfalto tem sido o front de todos os dias

Alexandre Garcia, no Bom Dia Brasil de 16/06


Foi-se o tempo dos chavões que diziam que o Brasil é um país pacífico, que o brasileiro é cordato. O asfalto tem sido o front de todos os dias e carros, ônibus, caminhões e motos são as armas desses novos guerreiros.

O motorista é como um lobisomem. Pode ser um pai de família paciente, calmo, brincalhão, compreensivo. Mas quando assume o volante, já de manhazinha, na garagem, se transforma numa fera.

O motivo continua a ser o mesmo da maioria das guerras: a luta por espaço. O espaço para estacionar é meu; se não houver, não deixo o outro sair, nem passar. O espaço à frente é meu; ninguém ouse interferir na minha trajetória.

Essa guerra não escolhe idade ou sexo. Parece que todos foram convocados e todos são vítimas dessa modernidade que fere, mata ou vai entupindo as artérias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poucas palavras ...