26.3.09

O Batom



- Tem um espelho?


- Não.


- E agora?


- O que foi?


- Como vou passar o batom?


- Não acredito que você não consegue passar um batom sem um espelho.


- Não!


- Fala sério. É tão prático.


- Mana acho que em outra encarnação eu fui homem.


- Como assim?


- Pode acreditar, eu não consigo passar batom sem espelho.


- Tenta.


- Melhor não.


- Eu te ensino.


- Sem chances.


- Já sei!


- O que foi?


- Vai no banheiro. Acho que é ali.


Ela se dirige ao local e volta tão rápido quanto foi.


- AAAAAAAAAAAAAA.


- Que foi?


- Acho que morreu gente naquele banheiro.


- Porque?


- Tá horrível. Cruz credo. Deus me livre.


- Está tão feio assim?


- Tá imundo.


- Que nojo!


- Verdade.


- Que horas ele vem?


- Marcou às 21h00.


- Putz.


- Que foi?


- Se ele for pontual falta menos de 10 minutos.


- Aí meu Deus e agora !!!!


- Vai assim mesmo.


- Sem batom?


- Sim.


- Mas eu estou tão pálida. Tô parecendo uma morta.


- Sem drama vai.


- É sério.


- Você está bonita. Está arrasando nesse vestidinho preto.


- De vestidinho preto e sem batom.


- Quem manda você não se maquiar antes de sair de casa.


- Você que me apressou, esqueceu?


- Tá bom, tã bom.


Pausa.


- Eu não vou?


- O quê?


- Não vou e ponto final.


- Tá maluca? Vai deixar o cara esperando por causa de um batom?


- Eu quero ficar aqui com você.


- Não começa. Você não têm mais idade pra isso.


- Você é minha melhor amiga ou não?


- Sou!


- Então?


Passa um rapaz lindo, maravilhoso, talvez irmão do Gianecchini.


- Oi gatão você vêm sempre por aqui?


Ele sorri.


- Ei onde você vai?


- Beijar. Não posso?


- Mas ... e o seu encontro? E o batom?


- Amiga você acha que com um homem M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O como esse eu vou me preocupar com o batom?


- Ei espera!!!


- Fui.

Um comentário:

Poucas palavras ...