17.2.09

Livros, livros, novos livros (Saviano e Barcellos)

Gomorra - Roberto Saviano


Uma extraordinária radiografia da Camorra napolitana Ao construir um relato corajoso e revelador, Saviano desmascara os meandros da máfia mais poderosa do mundoO cenário tem nomes glamourosos como Angelina Jolie, entre outras celebridades do jet-set internacional. Mas o glamour pára por aí. Gomorra - um híbrido entre Camorra e a cidade bíblica destruída pelo fogo dos céus - virou filme dirigido por Matteo Garrone. Consagrou-se com o Grand Prix em Cannes e vai representar a Itália no Oscar. O livro e o filme receberam a alcunha da crítica mundial de ressurgimento da arte italiana, nas letras e nas telas. O porto de Nápoles é o ponto de partida para a jornada. Lá desembarcam diariamente todo tipo de mercadorias, vindas da Itália e de várias partes da Europa. São resíduos químicos, material tóxico e nada mais nada menos que cadáveres e esqueletos humanos. Tudo despejado clandestinamente na região da Campânia.Dos contêineres à alta-costura, passando por Las Vegas, China, hotéis de luxo e culminando em toneladas de cocaína, o jornalista Roberto Saviano - que há mais de um ano encontra-se sob proteção policial por estar ameaçado de morte pela Camorra - se infiltrou em setores camorristas para descobrir as artérias do funcionamento da máfia napolitana, considerada a mais perigosa e temida do mundo. Saviano ficou enclausurado por vários meses por conta das denúncias reveladas no livro-reportagem Gomorra. O autor, que só a partir de meados de novembro de 2008 voltou a participar de eventos em defesa da liberdade de expressão e de palestras sobre seu best-seller, foi homenageado pela Academia Nobel, em Estocolmo. A instituição promoveu neste mesmo mês uma conferência sobre liberdade de expressão em apoio a Saviano e Salman Rushdie - outro escritor de renome com a cabeça a prêmio - pela coragem de terem publicado livros que desagradaram autoridades religiosas, morais, políticas e organizações criminosas.


Abusado: O Dono do Morro Dona Marta - Caco Barcellos



ABUSADO é uma verdadeira lição sobre a lógica, os meandros e o modus operandi das grandes corporações criminosas que comandam o tráfico de drogas e outras atividades criminosas no Estado. Através da história de Juliano VP (codinome de um conhecido traficante carioca) - sua infância, adolescência, entrada e ascensão no tráfico de drogas na favela Santa Marta (em Botafogo, bairro de classe média) -, temos um retrato histórico da ocupação do morro pelo Comando Vermelho, principal facção criminosa no Estado, e da implantação de sua cruel disciplina.



ROTA 66: A história da Polícia que mata - Caco Barcellos


Parte das origens da criação de um sistema mortal de extermínio, demonstra seus métodos, desvenda sua consciência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poucas palavras ...