23.2.09

Eu sobrevivi ao Carnalter !!!

'Meu Deus !!!'

Essa foi a minha reação ao ver a quantidade de brincantes na Vila de Alter do Chão.
Claro que não tive essa visão do chão, mas do alto de um trio elétrico (o da Pomba).
Já tinha ouvido falar que o Carnalter reunia muitos foliões, só não espera serem tantos.
Cheguei a vila lá pelas 15h00.
Antes presenciei um engavetamento na estrada provocado por desatenção. As fotografias começaram por lá.
Conheci um grupo bem legal, que estava no veículo da frente. Acho que iam sair no Bloco das Borboletas, já que estavam todos, ops! todas enfeitadas.
Os agentes da Polícia de Trânsito foram super gentis e os condutores também. Alguns até pararam e fizeram pose para a foto.
Nessa parada ouvi uma discusão engraçada entre dois rapazes que ficaram pelo caminho, já que o carro em que iam estava lotado e a Ptran não deixou todos os integrantes seguir viagem.
'-Não é você o cara? Então vai lá pra beira da estrada vê se consegue uma carona! Tu fica aqui escondido na beira do mato, assim não vamos sair daqui nunca.' Reclamou um deles.
Sai de perto para não cair na risada.
Voltando a Alter do Chão...
Muitas crianças na vila. Aliás acho que as orelhas da Minnie estão na moda porque o que tinha de gente usando.
Na folia montamos guarda perto do carro da Polícia Militar. Tentativa de não nós sujarmos, assim ... de primeira.
Não funcionou pra Márcia Andrade.
Um amigo dela apareceu por lá e sujou a repórter e junto o cinegrafista Márcio Azevedo. Só não fui atingida por que me escondi atrás de um policial.
Ponto pra mim.
Maisena mesmo só quando partimos em direção ao palco.
Não teve como passar no meio da multidão e sair ilesa, mas continuei com sorte, já que não levei nenhuma mão de maisena no rosto ao contrário dos meus dois colegas.
Em terreno seguro, pude analisar a sujeira, o colete azul-marinho tinha mudado de cor, assim como o boné.
Ainda estava limpa se comparada a muitos brincantes.
O cansaço começou a bater e a convite fomos para o Trio do Bloco da Pomba. Lá de cima capturei boas fotografias da Pipoca e pude ver alguns conhecidos.
Feito o registro optamos por descer do caminhão antes que ele se misturasse com a multidão. Acabei me perdendo do Márcio e da Márcia.
No caminho alguém segurou no meu braço. Um folião querendo dançar (fala sério?!?!), me esquivei e continuei minha empreitada de sair do meio daquela muvuca. Um pouco mais adiante um outro me para, maisena na fotógrafa limpinha.
Passado o ataque peguei uma ruazinha paralela na intenção de encontrar o carro da empresa.
Caminhei tranquila e não me jogaram mais nada.
Antes que chegasse ao veículo, encontrei a Márcia e o Márcio em frente ao Posto de Saúde de Alter do Chão.
Hora de voltar pra casa.
Um último registro por favor para o Antes e Depois no blog da Dannie.
Agora sim.
Entre sujos e não sujos ... ficamos bem.

4 comentários:

  1. Esse sorriso ficou igualzinho àqueles dos bebês que contagiam e fazem a gente rolar de rir também sem saber exatamente de quê... Valeu pela imagem de felicidade!

    ResponderExcluir
  2. Que surpresa boa, achar alguém de Santarém e também jornalista. Vou acompanhar.

    ResponderExcluir
  3. Ah, Danni, tbm estive lá. Nossa, sai limpa dali foi sorte sua mesmo viu..Eu não consegui, nem bem cheguei lá fui recepcionada com pó de maizena,hehehe, mas tudo bem.
    Abraços :)

    ResponderExcluir
  4. Marina25.2.09

    acompanho o seu blog, adoro ele. vc tem orkut não é! mas poxa são bloqueadas suas fotos. poderia acompanhar o seu orkut também! abraços colega!

    ResponderExcluir

Poucas palavras ...